destaques

Frans Hoek, a quem deve ser dado o crédito, do êxito de Van Gaal, da Holanda e de Tim Krul

Quando Louis Van Gaal decidiu trocar Jasper Cillessen por Tim Krul nos instantes finais do prolongamento contra a Costa Rica. No seguimento, Tim Krul defendeu dois penaltis e deu a vitória à Holanda e a passagem às meias-finais do Mundial’2014. Contudo, segundo o técnico, é a Frans Hoek, treinador dos guarda-redes, “a quem deve ser dado o crédito da decisão”:

“Não há qualquer dúvida sobre quem vai começar o jogo. Vai ser Cillessen. Ele tem estado muito bem, e sabe que não tem o lugar em risco. Apenas achámos que, para isto, Krul era uma melhor decisão. Avisámos Krul que ele era uma hipótese se fôssemos a penáltis, mas não dissemos nada a Cillessen. Não queríamos atrapalhar a sua preparação para a partida.”


Siga O Mundo dos Guarda-Redes nas redes sociais