destaques

Raeder confiante no Vitória FC, presidente orgulhoso da contratação

Pela primeira vez o reforço da baliza do Vitória FC de Setúbal, Lukas Raeder, prestou declarações à Imprensa Portuguesa.

O guarda-redes Alemão de 20 anos contratado a custo zero, em fim de contrato com o Bayern, referiu o que o levou a assina pelos Sadinos e ainda a sua referência como número 1:

“Antes de assinar pelo Vitória, estive em Setúbal três dias e fui seduzido pelo projecto desportivo que me apresentaram. Isso aliado ao facto de ter adorado a cidade, o clube e as pessoas levaram-me a este novo passo na minha carreira, que vai ao encontro do que ambicionava.”

“Nesta fase do meu trajecto desportivo é importante jogar e sei que, apesar de ser um guarda-redes jovem e a concorrência ser forte, o Vitória tem tradição e não olha à idade no momento de apostar nos jogadores. A Liga Portuguesa também é muito competitiva e tem uma visibilidade considerável. Os bons clubes europeus estão atentos aos jogadores que despontam em Portugal.”

“Fui muito bem recebido pelos meus colegas de equipa, o que tem facilitado a minha integração. Estou muito contente por isso. Tenho a melhor opinião sobre o treinador e a sua equipa técnica. Sei que o mister Domingos alcançou coisas importantes no passado como treinador e que foi um jogador de eleição. Já deu para perceber que esta equipa tem muita juventude mas também muita qualidade, temos tudo para dar certo e, certamente, iremos alcançar os objectivos do Vitória.”

“O facto de ter jogado no Bayern Munique, durante dois anos, com nomes sonantes do futebol mundial foi um enorme privilégio e permitiu-me aprender a agir em situações críticas do jogo e na forma como podes comunicar com os teus colegas de equipa nesses momentos. Dos jogadores mais experientes tentei absorver tudo o que tinham para ensinar-me. No entanto a minha referência e no meu posto específico, é sem dúvida o Manuel Neuer. Trabalhar com ele foi uma enorme mais valia, aprendi bastante e espero colocar esses ensinamentos em prática no futuro.”

Fernando Pereira, presidente do clube, proferiu as seguintes palavras:

“Um jogador de 20 anos, oriundo do Bayern Munique, em que o Vitória assina por três temporadas e fica com a maioria dos direitos económicos do jogador, é sem dúvida algo que vem dar corpo à política desportiva implementada. Não só dotamos a equipa com um jogador de inegável qualidade, como também ficamos com um activo que poderá ser bastante importante no futuro. Só deste modo conseguiremos atingir a sustentabilidade do Vitória.”


Siga O Mundo dos Guarda-Redes nas redes sociais